A primeira estrela que vejo é a estrela do meu desejo… – Daniel Munduruku

A primeira estrela que vejo é a estrela do meu desejo e outras histórias indígenas de amor

Os povos indígenas possuem vários nomes, moram em lugares diversos, com diferentes culturas. Mas o amor para todos eles tem uma importância fundamental. É amor o que estas histórias revelam. Histórias que devem ser lidas também com amor no coração.

“A estrela das águas”, “Candiê-Cuei”, “Só o amor é tão forte”, “A primeira estrela que vejo é a estrela do meu desejo” e “O perfume enlouquecedor”, cinco histórias que, segundo o autor, Daniel Mundukuru, são para serem lidas com o coração. A leitura dessas narrativas indígenas possibilita o resgate de outras histórias afetivas do universo do aluno-leitor.

O amor é fundamental para nossas vidas. (…) Se olharmos a história das relações humanas veremos que ela é feita de encontros e desencontros. Seja no ocidente ou no oriente, as pessoas se relacionam umas com as outras buscando uma fórmula para se viver bem a maravilha experiência de estar vivo. (…) Com os povos indígenas acontece da mesma forma. (…) Há, porém, um elemento importante nas histórias de amor que alimenta nossos povos: o amor tem uma dimensão social fundamental. (…) É possível amar alguém e amar toda uma comunidade ao mesmo tempo.

R$45,00

Em estoque

Peso 0.180 kg
Editora

Global

Ilustrações

Mauricio Negro

Páginas

48 p.

ISBN

9788526010963

Ano

2007

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “A primeira estrela que vejo é a estrela do meu desejo… – Daniel Munduruku”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de…

  • Adicionar ao carrinho
  • Fora de estoque
    Adicionar ao carrinho
  • Adicionar ao carrinho